// Dicas

Quais tipos de materiais podem ser reciclados

Por: Enilton
Muitos materiais podem ser reciclados, veja a seguir quais são eles e colabore com o futuro do Planeta

Classificação dos papeis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os papéis  podem ser classificados da seguinte maneira: 

papéis de escrever- cadernos, papéis de escritório em geral; 

papéis de impressão – jornais, revistas; 

papéis de embalagem – papéis de embrulho em geral, papel de seda, etc.; 

papéis para fins sanitários – papéis higiênicos, papel toalha, guardanapos, lenços de papel; 

cartões e cartolinas -caixas de papelão e cartolinas em geral; 

papéis especiais – papel kraft, papel heliográfico, papel filtrante, papel de desenho. 

Tipos de papeis não recicláveis.

Os tipos de papeis que não servem para ser reciclados são:

papel vegetal;  papel celofane; papéis encerados ou impregnados com substâncias impermeáveis; papel-carbono;  papéis sanitários usados;  papéis sujos, engordurados ou contaminados com produtos nocivos à saúde;  papéis parafinados  ou com silicone;  papeis fotográficos; fitas adesivas e etiquetas adesivas, papéis recobertos com outro tipo de material, como o plástico ou alumínio, papéis em várias camadas, como os das embalagens cartonadas tipo longa vida que é feito por três tipos diferentes de matéria prima, papel, alumínio e plástico.

O papel é um material muito fácil de reciclar quando separados em programas de coleta seletiva, e tem sido comum encontrar um catador autônomo, ou uma instituição beneficente ou mesmo um sucateiro interessado em retirá-lo. Isso se deve ao grande  interesse econômico que as indústria produtora de papel tem  em absorver todo o material coletado, pois a adição de aparas reduz sensivelmente o custo de produção. 

Em pequenas oficinas o papel oferece também a possibilidade de reciclagem artesanal, um processo que não exige aparelhos caros nem complicados e pode funcionar como uma laborterapia. Existem muitas instituições de auxílio a populações carentes, deficientes físicos ou mentais, fazendo artigos artesanal, o que resulta em uma enorme fonte de recursos econômicos e de emprego para esses indivíduos

Plásticos

O plástico é um material derivado de resinas, na maioria das vezes sintéticas e derivado do petróleo. O uso do plástico é considerado por ambientalistas como um problema serio por sua alta durabilidade, estudo comprova  que a deterioração natural do plástico necessita de muitos séculos para acontecer e esse tipo de  lixo vem aumentando cada vês mais.

Plásticos que pode ser recicláveis: 

Todos os tipos de embalagens de xampus, detergentes, refrigerantes e outros produtos domésticos; tampas plásticas de recipientes de outros materiais; embalagens de plástico de ovos, frutas e legumes;utensílios plásticos usados, como canetas esferográficas, escovas de dentes, baldes, artigos de cozinha, etc. 

Plásticos que não são recicláveis: 

Plásticos conhecidos como termofixos, usados na indústria eletroeletrônica e na produção de alguns computadores, telefones e eletrodomésticos; plástico tipo celofane; embalagens plásticas metalizadas, por exemplo, de alguns salgadinhos;

Vidro

A matéria prima do vidro é basicamente de derivados de areia, barrilha, calcário, e feldspato, que são utilizados na produção de embalagens, vasilhames, cristais, panelas, lâmpadas, miolo de garrafas térmicas, vidros plano lisos e muitos outros artigos. A vantagem que o vidro apresenta é que pode ser reutilizado, uma vez que sua esterilização se possibilita fazer com alto grau de segurança. Até poucos anos atrás o uso de embalagens de vidro reutilizáveis foi uma pratica ambientalmente apropriada muito difundida, quando começou a ser substituída pelas embalagens plásticas ou mesmo de vidro, porém descartáveis. 

Vidros não são recicláveis: 

Espelhos;  Vidros de janelas;  Vidros de automóveis;  Lâmpadas,  Tubos de televisão e válvulas;  Ampolas de medicamentos,  Cristal;  Vidros temperados planos ou de utensílios domésticos . 

Os demais vidros são 100% recicláveis, isto é, os cacos de uma garrafa podem transformar-se em outra garrafa nova igual, sem perda de material. 

Os vidros que são recicláveis:

Garrafas de bebida alcoólica e não-alcoólica;  Frascos em geral de  molhos, condimentos, remédios, perfumes, produtos de limpeza,potes de produtos alimentícios,cacos de qualquer dos produtos acima. 

Metais 

Os metais são classificados em dois grupos: Ferro e aço e o de alumínios, cobre, chumbo, etc.

Os metais mais comuns no lixo doméstico são os usados para embalagens de produtos alimentícios e tampas de recipientes de vidro, panelas, esquadrias, restos de equipamentos de cozinha, etc. As embalagens metálicas de produtos destinados ao consumo doméstico dividem-se em dois tipos principais:

Folha de flandres, aço revestido com estanho – Ex.: latas de óleo, sardinha, creme de leite, etc.;.

Alumínio – latas de refrigerantes, cerveja, chás. 

A reciclagem do metal é muito interessante para o meio ambiente, pois evita a remoção de minérios do solo, diminuindo o impacto ambiental acarretado pela , atividade mineradora, alem de diminuir em muito o volume de água e energia necessários para produzir novos artigos.

Lixo orgânico

A reciclagem pode ser aplicada aos resíduos já citados como aos resíduos orgânicos, que são: resto de frutas, folhas, gramas, alimentos em geral, legumes, gravetos, etc. para que esse lixo seja processado, e transformado em adubo orgânico. Isso se chama compostagem. O resultado final da compostagem pode ser usado ao solo para melhorar suas características, sem apresentar ameaça para o meio ambiente, como acontece com os adubos químicos.

O lixo orgânico pode ser reciclado em quintais, escolas, empresas e apartamentos. È um resultado de grande capacidade de reposição de sais minerais e vitaminas, que com certeza suas plantas, hortas e seu jardim vão ficar mais fortes e bonitos.

Lâmpadas de mercúrio

As lâmpadas de gases, como as lâmpadas de vapor de mercúrio, de vapor de sódio, de luz mista e as lâmpadas fluorescentes possuem substâncias que são nocivas ao meio ambiente.

Essas lâmpadas estando inteiras não oferecem riscos, mas se quebradas pode liberar o mercúrio na atmosfera, causando problemas de saúde nas pessoas, podendo causar lesões leves e até levar a morte. Podendo também causar danos ao meio ambiente contaminando o solo e a água.

Há varias empresas no Brasil que reciclam essas lâmpadas, separando os objetos metálicos, o vidro, e o mercúrio, para encaminhar ao mercado.

É aconselhado que no ambiente domestico se tome muito cuidado para que não se quebre uma lâmpada, mas se isso acontecer evite respirar próximo  a lâmpada. Se possível, guarde as caixas de papelão da embalagem para recolocá-las de volta, no momento do descarte. 

Pilhas e baterias

Hoje tem poucos locais que realmente enviam as pilhas para reciclagem, é preciso ter muito cuidado, porque um coletor ou uma lixeira especial não significa que as pilhas estejam sendo recicladas.

Outros materiais que podem se reciclados

Entulho 

O entulho é constituído por resto de tijolos, azulejos, argamassa,  madeira, etc, e forma uma parcela importante na composição do lixo das cidades.No entanto grande parte desses resíduos é coletado clandestinamente e jogados em terrenos baldios, vias públicas, margens de rios, etc., acarretando  graves problemas ambientais

O entulho reciclado corretamente pode ser transformado em produto utilizado no asfalto de estradas, construção de guias e sarjetas, obras de drenagem, calçadas ou outros usos próprios da construção civil. 

Pneus 

Os pneus quando descartados de forma incorreta e misturados ao lixo é um grande prejuízo ao meio ambiente.

Os pneus, por não serem recolhidos pela coleta municipal, costumam ser dispostos inadequadamente pela população, assoreando rios e lagos e constituindo-se em focos de incêndios ou proliferação de insetos transmissores de doenças.

Os pneus quando reciclado servem para pavimentação de estradas ou para utilização como combustível na geração de energia. É possível também sua reutilização na engenharia civil, para a construção de quebra-mares, barreiras de contenção ou acostamento de estradas. No Brasil esse tipo de matéria é pouco reciclado, mas tem havido a grande melhora na conscientização da população a respeito. Esta em experimento a utilização dos pneus como combustível em fornos de cimento.

Pense no meio ambiente e no futuro antes de descartar materiais inadequadamente.



Nenhum Comentário Quero Comentar!

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Comentário

// Compartilhe!